fbpx
Telefone :
(31) 9 9450 7274
Redes Sociais:

DÚVIDAS FREQUENTES

1- Qualquer pessoa obesa pode passar por uma cirurgia bariátrica?
R: Segundo o Conselho Federal de Medicina, as pessoas autorizadas a realizar
a cirurgia bariátrica devem ter mais de 18 anos.

Além disso, apresentar o IMC de 35kg/m2, associado a comorbidade (doenças que, aliadas à obesidade, podem levar à morte) ou pessoas com IMC de 40kg/m2 mesmo sem comorbidades.

2- Os planos de saúde e o SUS são obrigados a cobrir a realização da cirurgia bariátrica?
R: O SUS deve cobrir a cirurgia desde que o paciente se enquadre nos requisitos da resolução 2.131/15 do Conselho Federal de Medicina.

3- A cirurgia bariátrica é mais arriscada que outras cirurgias?
R: Os riscos de complicações durante a cirurgia bariátrica, como um problema cardíaco ou anestésico são iguais aos de qualquer procedimento cirúrgico.

4- Existe alguma contraindicação para a cirurgia bariátrica?
R: A cirurgia não é recomendada para pessoas com as seguintes características: limitação intelectual significativa, pacientes sem suporte familiar adequado, para quem apresenta quadro de transtorno psiquiátrico não controlado, para usuários de álcool ou drogas ilícitas e portadores de doenças genéticas.

5- Posso voltar a engordar depois da cirurgia bariátrica?
R: A mudança no estilo de vida, em sua relação com a comida e atividade física, bem como compreender que a obesidade não tem cura são fundamentais. Sem estas mudanças comportamentais corre-se o risco de voltar ao peso inicial.

6- Posso engravidar após fazer a cirurgia bariátrica?
R: Toda mulher que passa pelo procedimento só pode engravidar após a estabilização do peso, que varia de 15 a 24 meses. Durante o processo de emagrecimento a gestação deverá ser evitada com o uso de métodos contraceptivos.

7- Qual a importância do acompanhamento psicológico antes e depois da cirurgia?
R: A avaliação psicológica é fundamental para esclarecer as expectativas do paciente em relação à cirurgia bariátrica e o entendimento das alterações corporais e emocionais decorrentes do tratamento.

8- A cirurgia bariátrica melhora ou cura doenças graves?
R: A cirurgia não cura, mas controla doenças graves como: Diabetes tipo 2, pressão alta, gordura no fígado (esteatose), apneia do sono, entre outras.

0